sábado, 8 de janeiro de 2011

O 13º Salário NUNCA Existiu !!!!!!! Veja a verdade!!!!!!!!!!!!!!





 





O 13º Salário NUNCA existiu


Você sabia que os Ingleses recebem os ordenados semanalmente ? Eles NÃO FAZEM ISSO POR ACASO. Saiba porquê.

Fala-se que o governo quer acabar com o 13º salário. Se o fizer, é uma roubalheira sobre outra roubalheira. 
 
Porquê ?
 
Porque o 13º salário não existe.

O 13º salário é uma das mais escandalosas mentiras do sistema capitalista. 
 
Abaixo temos uma modesta demonstração aritmética de como foi fácil enganar os trabalhadores.

Suponha que você ganha R$ 700,00 por mês.
Multiplicando-se esse salário por 12 meses, você recebe um total de R$ 8.400,00 num ano.
 
Ou seja : R$ 700 X 12 = R$ 8.400,00

Em Dezembro, o generoso patrão lhe paga o conhecido 13º salário. É lei.
 
Então,  R$ 8.400,00 + 13º salário = R$ 9.100,00.


Agora faça uma simples conta com o que aprendeu no Ensino Fundamental.

Se você recebe R$ 700,00 mês e o mês tem quatro semanas, significa que ganha por semana R$ 175,00.

R$ 700,00 (Salário mensal) / 4 (semanas do mês) = R$ 175,00 (Salário semanal)

Como o ano tem 52 semanas, se multiplicarmos R$ 175,00 (Salário semanal) por 52 (número de semanas anuais) o resultado será R$ 9.100,00. 

O resultado acima é o mesmo valor do Salário anual mais o 13º salário.

Surpreso, surpresa? Onde está portanto o 13º Salário?
 
A explicação é simples.

Acontece que o patrão lhe tira uma parte do salário durante todo o ano, pela simples razão de que há meses com 30 dias, outros com 31 e também meses com quatro ou cinco semanas (apesar de cinco semanas o patrão só paga quatro semanas). O salário é o mesmo, tenha o mês 30 ou 31 dias, quatro ou cinco semanas.

No final do ano o "generoso" patrão presenteia você com um 13º salário, cujo dinheiro saiu do seu próprio bolso.

Se o governo retirar o 13º salário dos trabalhadores o roubo é duplo.

Daí que não existe nenhum 13º salário. O patrão apenas devolve o que sorrateiramente lhe surrupiou do salário anual.


Conclusão: os tabalhadores recebem o que já trabalharam e não um adicional.
 
 


 



Nenhum comentário:

Postar um comentário